Advertisements

Despedida de forma Melancólica do Morumbi

(Foto: Marcos Ribolli)

Fala Nação Tricolor, tudo em cima?

Nessa semana o Tricolor voltou a atuar duas vezes na semana, primeiro foi ao Rio enfrentar o Vasco em São Januário e depois recebeu o Sport jogando na segunda-feira, podendo voltar ao G4 em ambas as rodadas já que o Grêmio tropeçou duas vezes. Os dois resultados não foram bons para o time. Mas antes de falar do profissional, temos que destacar a base.

Nesse fim de semana as categorias sub-11 a sub-17 disputaram as finais do campeonato Paulista, todas contra o Palmeiras. O Tricolor saiu vitorioso nas categorias sub-11 e sub-15. Na categoria sub-20 teve a final da Supercopa do Brasil, também contra o rival da Barra Funda. O Time ganhou por 4×3 no Morumbi e perdeu por 2×1 no Allianz Parque, mas conquistou o título nos pênaltis e se classificou para a Libertadores da categoria. Outro título veio do time sub-23 que conquistou o Brasileirão de Aspirantes ganhando dois jogos do Internacional, 1×0 no Beira Rio e 2×1 no Morumbi.

Voltando ao profissional. A grande notícia foi a efetivação de André Jardine como técnico para 2019, farei uma coluna falando apenas sobre isso depois do final do Brasileiro, por hora deixo aqui meu apoio ao Jardine tanto para esse último jogo quanto para o ano que vem.

Sobre os jogos: Na primeira partida, o time foi visitar o Vasco, sem Diego Souza machucado e Bruno Alves suspenso, precisando vencer para voltar ao G4, mas o time não fez uma boa partida. Principalmente no primeiro tempo, quando praticamente não atacou o Vasco e sofreu o gol em uma saída errada de Jucilei. O primeiro tempo foi marcado por inúmeros passes e cruzamentos errados sem contar o baixíssimo número de finalizações. Tréllez, ficou sozinho e a bola mal chegava nele e quando chegava ele errava.

No segundo tempo o time melhorou um pouco, mas não o suficiente para furar a defesa vascaína. Teve boas chances em um chute de Reinaldo que passou raspando e uma falta cobrada por Nenê que quase fez um belo gol. A principal chance veio em uma cabeçada de Rodrigo Caio que Fernando Miguel operou um milagre. Pouco tempo depois, Yago Pikachu tabelou com Maxi Lopes e matou o jogo.

Com Diego Souza de volta, mas sem Hudson e Bruno Peres machucados, o time recebeu o Sport, tendo novamente que vencer para voltar ao G4. O time melhorou em relação ao jogo contra o Vasco, mas não o suficiente para marcar sequer um gol. No primeiro tempo o time tentou, principalmente com Helinho que driblava bastante e quase fez um golaço, Reinaldo saiu cara a cara com Mailson, driblou o goleiro mas preferiu se jogar e tentar cavar um pênalti, mas acabou tomando um amarelo por simulação, a outra boa chance saiu dos pés de Nenê que recebeu de Liziero mas chutou em cima do goleiro.

No segundo tempo o time voltou pressionando, logo no começo Everton ajeitou de peito para Liziero, que de calcanhar passou para Nenê quase marcar um golaço. Helinho tentava bastante, mas sempre procurava o ângulo e acabava errando, o garoto por sinal foi a parte boa do jogo, apesar de alguns erros por ser muito jovem, o menino de Cotia chamou o jogo fazendo belas jogadas. A principal chance veio em um Pênalti em cima de Everton, mal marcado por sinal, mas Nenê de maneira displicente chutou fraco no meio do gol e o goleiro pegou a bola. O meia saiu para dar lugar a Tréllez e foi muito vaiado pela torcida. Já nos acréscimos e com um jogador a mais o time teve uma bela chance, mas Tréllez cabeceou na trave.

Com os resultados o time se manteve na quinta colocação com o mesmo número de pontos do Grêmio só que com uma vitória a menos. Agora pela última rodada do Brasileiro o time vai a Chapecó enfrentar a Chape e precisa pontuar mais que o Grêmio se quiser entrar no G4 e ir direto para a fase de grupos da Libertadores.

UMA EXCELENTE SEMANA A TODOS!

Gustavo Dervelan

Advertisements

Deixe uma resposta