Advertisements

Pré-jogo: Desfalcado, São Paulo vai até o Mineirão encarar o Cruzeiro

Na última oportunidade, Hernanes decidiu e o tricolor bateu a raposa pelo Brasileirão. (Foto: Fábio Martins | SPFC 24 Horas)

Após conhecer sua segunda derrota no Brasileirão, o desfalcado São Paulo viaja à Belo Horizonte para enfrentar o Cruzeiro na última partida da temida sequência são-paulina pós copa.

FICHA TÉCNICA

Jogo: Cruzeiro x São Paulo, válido pela 16ª rodada do Brasileirão

Local: Mineirão, Belo Horizonte

Data: Domingo, 29/07/2018
Horário: 16h00

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes, FIFA (RJ) – Confira detalhes e o histórico do árbitro
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)

Transmissão: Globo

DADOS HISTÓRICOS 

Partidas: 82

Vitórias: 40
Empates: 21
Derrotas: 21

Gols do São Paulo: 114
Gols do Cruzeiro: 79

Primeira partida: Cruzeiro 0a5 São Paulo, amistoso disputado no Estádio da Lourdes, em Belo Horizonte, no dia 25 de fevereiro de 1943
Última partida: São Paulo 3a2, no Morumbi, válido pela 20ª rodada do Brasileirão 2017

Maior vitória do São Paulo: Cruzeiro 0x5 São Paulo, dia 25 de fevereiro de 1943
Maior vitória do Cruzeiro: Cruzeiro 5a1 São Paulo, 20 de agosto de 1998

ÚLTIMOS CONFRONTOS

Em 2017, na primeira rodada do Brasileirão, o São Paulo encarou o Cruzeiro no Mineirão. Até então treinado por Rogério Ceni, o tricolor havia feito uma campanha mediana no Paulistão (chegando às semi finais) e sendo eliminado da Copa do Brasil (pelo mesmo Cruzeiro) e da Sul Americana pelo Defensa y Justicia. Havia restado apenas o Brasileirão, e na estreia, derrota por 1a0, com gol de Ábila para a raposa.

Na volta, fugindo do rebaixamento, o Tricolor recebeu o Cruzeiro no Morumbi, e com um jogão, a raposa foi batida por 3a2, com gols de Hernanes (2x) e Arboleda para o São Paulo.

CURIOSIDADE

Nos últimos 12 anos, o domínio é são-paulino no Brasileirão, teve dois confrontos pela Libertadores, em 2009 melhor para o Cruzeiro, em 2010 para o São Paulo, mas no quesito no Campeonato Nacional é um domínio são-paulino fora do normal, de 2005 para cá foram 26 jogos disputados, são 17 vitórias do São Paulo, seis empates e apenas três vitórias do Cruzeiro, duas deles como mandante.

  • São Paulo 1 x 1 Cruzeiro – Brasileirão 2005
  • Cruzeiro 2 x 3 São Paulo –  Brasileirão 2005
  • Cruzeiro 2 x 2 São Paulo –  Brasileirão 2006
  • São Paulo 2 x 0 Cruzeiro – Brasileirão 2006
  • Cruzeiro 1 x 2 São Paulo – Brasileirão 2007
  • São Paulo 1 x 0 Cruzeiro – Brasileirão 2007
  • Cruzeiro 1 x 1 São Paulo – Brasileirão 2008
  • São Paulo 2 x 0 Cruzeiro – Brasileirão 2008
  • São Paulo 3 x 0 Cruzeiro – Brasileirão 2009
  • Cruzeiro 1 x 2 São Paulo – Brasileirão 2009
  • São Paulo 2 x 2 Cruzeiro – Brasileirão 2010
  • Cruzeiro 0 x 2 São Paulo – Brasileirão 2010
  • São Paulo 2 x 1 Cruzeiro – Brasileirão 2011
  • Cruzeiro 3 x 3 São Paulo – Brasileirão 2011
  • Cruzeiro 2 x 3 São Paulo – Brasileirão 2012
  • São Paulo 1 x 0 Cruzeiro – Brasileirão 2012
  • São Paulo 0 x 3 Cruzeiro – Brasileirão 2013 – Quebrou tabu depois de oito temporadas sem vencer o São Paulo
  • Cruzeiro 0 x 2 São Paulo – Brasileirão 2013
  • Cruzeiro 1 x 1 São Paulo – Brasileirão 2014
  • São Paulo 2 x 0 Cruzeiro – Brasileirão 2014
  • São Paulo 1 x 0 Cruzeiro – Brasileirão 2015
  • Cruzeiro 2 x 1 Cruzeiro – Brasileirão 2015 – Voltou a vencer em casa, também depois de muitas temporadas
  • Cruzeiro 0 x 1 São Paulo – Brasileirão 2016
  • São Paulo 1 x 0 Cruzeiro – Brasileirão 2016
  • Cruzeiro 1 x 0 São Paulo – Brasileirão 2017
  • São Paulo 3 x 2 Cruzeiro – Brasileirão 2017

Sequência é longa, o Cruzeiro teve um período sem vencer o do São Paulo, foi conquistar uma vitória de 3 a 0 em pleno Morumbi em 2013, mas no geral domínio são-paulino, em todos os locais, na maioria das vezes jogos com muitos gols é outro fator a ressaltar.

TRAVADO

Três jogos, nenhuma derrota, classificação garantida na Copa do Brasil, o cenário cruzeirense estava ótimo até Mano Menezes enfrentar o Corinthians, clube que já treinou e que a torcida tem carinho e gratidão. O técnico tem extremas dificuldades enfrentando o clube alvinegro, e na última rodada não foi diferente. Vale constar que Mano Menezes levou a campo um time misto.

CONFIRA ⇒ Confira a análise detalhada do Cruzeiro

Na derrota contra o Corinthians na última rodada, o Cruzeiro não levou alguns jogadores importantes para campo, poupou atletas desgastados, e contra o São Paulo deverá seguir o mesmo critério, mas com outros jogadores, naquela ocasião teve Dedé e Arrascaeta fora, agora Robinho e Thiago Neves devem descansar, mas Mano Menezes avaliou: “A graduação dos jogos para nós é assim: o jogo do São Paulo é decisivo, e todos os jogos do Campeonato Brasileiro têm a mesma valorização em termo de pontuação. Mas o jogo contra o Santos está um degrau acima, por ser o primeiro tempo de um duelo de ida e volta.”

O técnico do Cruzeiro avaliou o São Paulo deste momento e a derrota sofrida pelo time no Sul: “A característica do Diego Aguirre é armar a equipe com personalidade de atacar o adversário, independentemente de onde é o jogo. E geralmente o histórico do treinador se reflete naquilo que ele apresenta em campo. A diferença é que às vezes você quer fazer isso e não consegue. Os primeiros minutos do São Paulo contra o Grêmio foram muito bons. Depois, o Grêmio impôs 70 contra 30. Então, não é questão de intenção. Tem o outro lado, que também quer fazer o melhor. Mas o São Paulo teve a primeira derrota depois de muito tempo, vinha de uma sucessão de vitórias convincentes. Mas a gente sabe que jogar em Porto Alegre e perder por 2 a 1 é algo normal no campeonato.”

SEM DESESPERO

Após perder sua segunda partida no campeonato, o São Paulo viu a chance de passar o líder Flamengo escapar de dentro de suas mãos, o resultado era favorável e tudo havia ocorrido bem na rodada, até o tricolor paulista ceder a virada ao bom time gremista. Lembrem-se, enfrentamos o atual campeão da Libertadores fora de casa, e não o lanterna do campeonato no Morumbi, não pontuar em um jogo como este não é uma catástrofe, pensamentos positivos, pois ainda iremos longe.

CONFIRA ⇒ Os relacionados para o jogo no Mineirão

Para o jogo contra o Cruzeiro, técnico Aguirre terá que promover mudanças importantes na equipe, devido a suspensão do trio Militão, Arboleda e Hudson, teve que chamar o lateral-direito Bruno Peres para estrear antes do previsto, na zaga entra Bruno Alves e convocou o zagueiro Lucas Kal do Aspirantes para compor o banco,

Prováveis times

Provável escalação do Cruzeiro: Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral, Rafinha, Arrascaeta e Mancuello (Rafael Sobis); Hernán Barcos; Técnico: Mano Menezes

Desfalques: Lucas Silva (suspenso pelo terceiro cartão amarelo)

Provável escalação do São Paulo: Sidão; Bruno Peres, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Araruna, Liziero e Nene; João Rojas, Éverton e Diego Souza; Técnico: Diego Aguirre

Desfalques: Rodrigo Caio (recuperando de lesão no pé), Jucilei (estiramento na coxa esquerda), Edimar (entorse no tornozelo esquerdo), Militão, Arboleda e Hudson (suspensos pelo terceiro cartão amarelo)

Pendurados: Anderson Martins, Reinaldo, Liziero e Nene

❗Informações adicionais

Entrada: Detalhes sobre ingressos 

Igor Narciso

Advertisements

Deixe uma resposta