Raí e Pássaro falam sobre permanência de jovens, reforços e finanças

(Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Logo após a apresentação do Raniel, os dirigentes Alexandre Pássaro e Raí seguiram na sala de imprensa e responderam questões envolvendo o segundo semestre são-paulino.

Reforços?

Ao ser questionado sobre reforços, Raí disse que não é só Raniel, que também tem os jovens jogadores Gabriel Sara e Diego, além do Pablo que retornou de lesão.

Finanças

Raí revelou que conversa diariamente com os jogadores sobre a situação financeira que passa o São Paulo, citou que os jogadores conversam com amigos de outros clubes e sabem como está a situação. Ressaltou que o São Paulo sempre pagou seus compromissos, e aproveitou para contar uma situação em 1989 quando acabou seu primeiro contrato com o clube, mas ele assinou uma renovação em um contrato em branco, pois confia no clube.

Caso do Trio ‘dispensado’

Liberados, Nene, Bruno Peres e Jucilei ainda não definiram destino, Raí revelou que conversa com os empresários deles diariamente, e aguarda as propostas para resolver os casos.

Recado para atletas e agentes

Raí mandou um recado: “Uma oportunidade de falar para o jogador e pelo agente. O São Paulo não quer que ele fique aqui por castigo. Antes, o jogador queria sair do São Paulo, hoje ele quer ficar. Primeiro é ter um desempenho esportivo, e daqui dois anos eles vão sair mais fortalecidos. É bom para ele também”.

CONFIRA ⇒ Pássaro falou sobre oferta recusada por Antony e explicou situação

Pássaro contou que conversam com os jovens jogadores, revelou que o Raí conversou com Antony, quando o atleta era reserva no sub-20 em 2018, e disse que a hora dele iria chegar… Também falou que há dois meses conversou com Walce sobre uma chance que virá no futuro.

Arboleda

Pássaro falou sobre a situação do Arboleda: “Acho que falaram muito do Arboleda porque ele está há dois anos. É normal um jogador que está há dois anos, com a exposição que tem na seleção, São Paulo, é natural que todos nós entendamos que ele será um nome procurado pelos clubes de fora. Ele é procurado pelos clubes de fora, mas nada à altura dele”.

Gabriel Novaes

O São Paulo sofreu sem centroavantes no primeiro semestre, e o empréstimo do Gabriel Novaes foi relembrado, Raí explicou: “O empréstimo dele foi um pedágio para renovar o contrato dele (não iria renovar). Ele só tinha mais oito meses. Ele foi para o Barcelona B, jogar e retornar depois de um ano e meio com um contrato de cinco anos”.

Fábio Martins

Fábio Martins

Estudante de jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe uma resposta