Advertisements

O fim de 2018!

Fala, nação tricolor!

Chegamos ao final de mais uma temporada e, mais uma vez, o ano acaba sem um título conquistado pela equipe “profissional” do São Paulo.

Após um primeiro turno ilusório por parte do tricolor paulista, o segundo turno trouxe de volta a dura realidade para a vida do torcedor São Paulino.

A queda de rendimento era esperada sim, pois todos nós sabíamos que o elenco era limitado, mas, após ser eliminado de todas as outras competições, o time passou a entrar em campo uma vez por semana, tendo tempo suficiente para descansar, aprimorar a forma física e a parte tática e mesmo assim o São Paulo caiu de ladeira abaixo.

Foto: Reprodução

É impressionante como tudo se muda no São Paulo e nada se resolve. Mudou-se diretoria, treinador, preparador físico e o time não consegue evoluir. E sabemos bem o que não muda, né?

O que mais incomoda não é falta de qualidade de algumas peças, que não têm a menor condição de estar vestindo a camisa mais pesada do futebol brasileiro, mas a falta de caráter e vontade de ganhar desse grupo.

Jogadores que não fazem a menor questão da vitória e que a derrota já faz parte do dia a dia deles são derrotados de espírito.

O torcedor já não aguenta mais essas montagens de elencos sem comprometimento com a instituição, sem respeito pela torcida e que não ligam para os vexames sucessivos dos últimos anos.

O atual São Paulo é uma mistura de Leco com Rodrigo Caio: desleixado, incompetente, sem gana, irresponsável, decadente, frustante, omisso, melancólico e etc.

A decepção com esse fim de 2018 machuca demais. A ferida ainda está muito aberta e sinto que, assim como eu, outros torcedores têm o mesmo sentimento.

Até quando aguentaremos isso? Até quando o São Paulo ficará à mercê de jogadores paneleiros e sem identificação? Até quando Nenê, Sidão, Rodrigo Caio, Edimar?

Como falei no meu texto anterior, não espero nada do São Paulo antes de dezembro de 2020, quando encerra esse ciclo ridículo do atual presidente e, vendo as especulações e contratações para 2019, nossas previsões de mais um ano sofrível fica mais clara e evidente.

Espero do fundo do meu coração que eu esteja errado com relação ao ano que vem, que possamos nos surpreender.

A única certeza que temos é que em 2019 estaremos juntos novamente, torcendo e declarando nosso amor a esse time que já nos deu tantas alegrias. Leco passará e nós continuaremos aqui.

“No dia que tu não existir, eu não quero sorrir nunca mais”

@JoaoIgorLucena

Advertisements

João Igor Lucena

São Paulino completamente apaixonado, colaborador do spfc24horas!!! "No dia que tu não existir, eu não quero sorrir nunca mais"

Um comentário em “O fim de 2018!

  • 6 de dezembro de 2018 em 19:25
    Permalink

    Concordo com tudo que você escreveu. Só gostaria de reforçar um sentimento, que imagino, é de muitos são-paulinos como eu, qual seja, o desgosto e irritação de ver em campo uma equipe desorganizada e que não se entrega completamente em campo. É só assistir alguns jogos de times pequenos da Premier League para entender o que quero dizer. Um time nanico como o Cardiff City, por exemplo, joga um futebol medíocre, sem cratividade e sem bons jogaodores, mas o time em campo é organizado taticamente e seus jogadores correm de forma intensa durante os 90 minutos. Infelizmente, nem isso eu vejo no nosso SPFC, que é gigante.

    Resposta

Deixe uma resposta

Advertisements