Advertisements

Zetti analisa goleiros: “A relação do Sidão com a torcida ficou desgastada e o Jean é o futuro do São Paulo”

(Foto: Reprodução | ESPN Brasil)

O ex-goleiro e atual comentarista da ‘ESPN Brasil’, Zetti avaliou os goleiros são-paulinos Sidão e Jean, avaliou o futuro para as metas são-paulinas.

Acho que agora ficou definido: o Jean é o titular. O Sidão acho que não tem mais espaço no São Paulo. Na próxima temporada, acho muito difícil o Sidão continuar no São Paulo”, disse Zetti no programa da ESPN Brasil.

Zetti ainda completou dizendo que seria interessante Sidão permanecer, ter ‘sequência’, mas lembrou a relação com o torcedor: “Seria bacana [a sequência], mas é um goleiro que pode jogar no São Paulo e em grandes equipes. Mas acho que a relação do Sidão com a torcida ficou desgastada e o Jean é o futuro do São Paulo”.

No ‘Alê Oliveira Responde’ nesta semana, Zetti falou sobre diversos assuntos relacionados ao São Paulo, relembrou momentos incríveis, e um dos assuntos foi Rogério Ceni, e a atual situação dos goleiros são-paulinos: “O Rogério foi preparado na situação de ser o goleiro do São Paulo, aos poucos ele foi jogando, disputou a Conmebol, foi campeão. Isso ai deixou ele na situação confiável. Eu sai do São Paulo em 96, fiquei de 90 até esse período, joguei 428 jogos pelo São Paulo, muitos títulos”.

O ex-goleiro ainda relembrou sua saída do clube e explicou: “O passe era meu, isso facilitou para negociar com o Santos. E no São Paulo eu já era um jogador muito caro, já estava na seleção, campeão do mundo, e tinha que alugar o passe para o São Paulo, e eles não queriam, e acabou se investindo no Rogério. Ele soube se preparar para aquele momento, essa foi a grande definição do Rogério.”

Posso falar que neste período que o Rogério passou, foram 23 anos do Rogério dentro do São Paulo. O São Paulo tinha que ter preparado dois, três goleiros quando o Rogério parou, ‘Ah, mas o Rogério não dava brecha’, não tem problema, uma hora ele iria parar, todo mundo sabia”, revelou Zetti.

E completou explicando como seria esse processo: “Na hora que o Rogério parar, esse goleiro de 15 anos, se você trabalhar ele durante 6, 7 anos, ele terá 22, quando tiver 22 ele substitui o Rogério Ceni. Tinha que pegar o melhor treinador de goleiro, você vai trabalhar esse cara durante 5 anos, só treino, só fundamento, saída de gol, chute. Não foi feito isso, se troca muito, a base de todos os clubes não tem a preocupação. Tinha o Denis, o Bosco, só que o Denis foi contratado da Ponte Preta, e o Bosco do Fortaleza, o Renan do Atlético, não tem a formação no São Paulo, em 23 anos você tinha que preparar um goleiro.”

Advertisements
Fábio Martins

Fábio Martins

Estudante de jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe uma resposta

Advertisements