Advertisements

Análise do adversário – Grêmio – 34ª rodada

(Foto: Divulgação)

Nesta quinta-feira (15), o São Paulo recebe o Grêmio pela 34ª rodada do Brasileirão 2018, duelo de muita histórico e equilíbrio, são 94 jogos, 37 vitórias dos paulistas e 31 dos gaúchos, sendo que considerando apenas o Brasileiro, empate de 24 vitórias para cada lado.

Campeão da Libertadores em 2017, o Grêmio entrou em 2018 buscando novos títulos e começou a temporada bem, levou o Campeonato Gaúcho e a Recopa Sul-Americana, caminhava bem na Libertadores e na Copa do Brasil, ao mesmo tempo levava bem o Brasileirão com um time misto, sempre nas primeiras posições. A queda na Copa do Brasil aconteceu nas quartas de final contra o Flamengo, em agosto.

Após cair na Copa do Brasil, o time tomou um susto na Libertadores, quase foi eliminado nas oitavas de final para o Estudiantes, um gol salvador no último minuto, levou para as quartas, nesta que eliminou com facilidade o Tucumán. Neste período engatou vitórias importantes no Brasileirão, teve uma sequência de quatro jogos sem perder no Brasileiro, mais os dois jogos das quartas da Liberta, ou seja, seis partidas com cinco vitórias e um empate.

Renato Gaúcho é o segundo técnico mais longevo no comando de um clube da primeira divisão, assumiu no fim de 2016, pois na reta final de 2018 sofreu um grande baque, após vencer a ida fora de casa contra o River Plate na semifinal da Libertadores, 1 a 0, perdeu a classificação em casa, de virada, 2 a 1, o que foi um grande choque para a equipe que mirava o bicampeonato seguido. Apesar da eliminação, o Grêmio manteve a postura, venceu o Atlético Mineiro em pleno Independência, 1 a 0, e na última rodada conseguiu uma virada no último lance contra o Grêmio, 2 a 1, em casa.

CONFIRA ⇒ O pré-jogo de São Paulo e Grêmio válido pela 34ª rodada

Na temporada o Grêmio fez 69 jogos, venceu 36, empatou 16 e perdeu 17, foram 108 gols marcados e 55 sofridos, recebeu 133 amarelos e apenas três atletas foram expulsos.

No primeiro turno, o Renato Gaúcho escalou força máxima contra o São Paulo, mesmo naquele período que variava a equipe: Marcelo Grohe; Leonardo, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Maicon, Cícero, Ramiro; Luan, Everton e Jael.

Neste segundo turno, a equipe deve manter o padrão, mas sem contar com Grohe, Luan e Kannemann, o time deve ir com: Paulo Victor; Madson, Geromel, Paulo Miranda e Cortez; Michel, Maicon, Ramiro, Cícero e Everton; Jael.

O time do Renato Gaúcho costuma atuar com o mesmo padrão seja em casa, ou fora de casa, é a mesma postura, sempre tocando bastante a bola, mas com intuito ofensivo, sempre buscando brechas na defesa adversária, quando possível explorando a habilidade e velocidade do Everton, que por sinal foi o carma são-paulino no jogo do primeiro turno, marcou os dois gols na virada de 2 a 1.

Com Luan fora, o Grêmio perde na criatividade, mas ganha na força do time pelo meio de campo, já que Michel retornou ao time, volante que colabora na marcação e também saída de bola, ao mesmo tempo dá mais espaço para Maicon e Cícero saírem mais para o jogo, aliás velhos conhecidos do torcedor são-paulino.

É provável que o time gaúcho entre no 4-2-3-1, mas com possíveis variações táticas, já que Cícero e Ramiro são jogadores versáteis, sem bola Ramiro e Cícero devem recompor, reforçando o meio. Já Everton deve variar, entre a recomposição fechando o 4-5-1, ou seguir no ataque para armar contra-ataques do time, é o diferencial da equipe.

Renato Gaúcho deve guardar os jovens Jean Pyerre e Matheus Henrique para o segundo tempo, os atletas de meio de campo estão se destacando nas últimas partidas, inclusive sendo decisivos, mas pelo que foi divulgado durante a semana, devem começar no banco e serem opção para mudar o estilo do jogo da equipe no segundo tempo, dando assim mais intensidade, já que com Michel, Maicon, Ramiro e Cícero, o time contém experiência e cadência, mas não profundidade.

RELEMBRE ⇒ A análise do Grêmio na 15ª rodada do primeiro turno

O artilheiro gremista na temporada é o atacante Everton, 17 gols marcados, em seguida vem o Luan com 11, Jael é o terceiro com 10, já Alisson marcou 8 gols, enquanto os ex-são paulinos Cícero e Maicon estão empatados com 5 gols cada. O líder de assistências é o Luan, com 12, seguido pelo Jeal com 9, Cícero 8 e Alisson 7.

Ponto forte

Padrão, o Grêmio é uma equipe muito bem esquematizada, atua da mesma maneira na maioria das partidas, e é sempre incomodando a equipe adversária, troca muitos passes e contém a profundidade do Everton, além das chegadas dos laterais e volantes, ou seja, um time muito bem estruturado e na força coletiva marca a maioria dos gols, vemos que são 108 gols marcados na temporada, número que engradece o conjunto da equipe, já que não é somente os atacantes que são decisivos.

Ponto fraco

Lentidão no meio de campo, sem contar com Luan, o time perde na profundidade, ousadia, vira um time muito técnico, de toques um pouco mais lentos, conhecemos muito bem o estilo do Maicon e Cícero, somados ao Michel e Ramiro, é um time forte na cadência, mas para acelerar o jogo podem sofrer, assim como na marcação caso o São Paulo utilize velocidade pelo setor.

Fique de olho

Everton, não poderia ser outro, o atacante conhecido como ‘Cebolinha’, tem sido o destaque do Grêmio na temporada, são 17 gols marcados, é um jogador difícil de ser marcado, gosta do mano a mano, dribla fácil e bate com rapidez, surpreendendo defesa e goleiro, é preciso ficar atento no atacante!

CONFIRA TAMBÉM ⇒ Detalhes sobre o árbitro do jogo entre São Paulo e Grêmio

Curiosidade

O técnico André Jardine trabalhou no Grêmio, o gaúcho de 39 anos começou no Inter, mas seguiu para o rival e por lá permaneceu entre 2013 e 2014, inclusive chegou a comandar o profissional do clube interinamente em 2014, derrota de 2 a 1 para o Vitória no Barradão. Agora comandará o São Paulo interinamente e pode assegurar seu favoritismo para ser o técnico efetivado do time em 2019.

Outra curiosidade é que o atacante uruguaio, Gonzalo Carneiro, que não atuará na partida por conta de lesão, quase foi parar no Grêmio no começo do ano, mas devido lesão no púbis foi reprovado nos exames médicos, meses depois acertou com o São Paulo.

Reencontro

Tem quem brinque que o Grêmio é uma ‘filial’ do São Paulo, são muitos ex-são paulinos no clube, a maioria deve jogar nesta quinta (15), começando pelo zagueiro Paulo Miranda, passando pelo lateral-esquerdo Cortez, os volantes Maicon e Cícero, ainda contém o desfalque Leo Moura. Do lado são-paulino Diego Souza atuou no Grêmio, mas desfalca o time neste jogo.

Tem alguma informação ou correção? Pode subir nos comentários, agradecemos!

Abraços

Fábio Martins

Advertisements
Fábio Martins

Fábio Martins

Estudante de jornalismo, ADM do SPFC 24 Horas desde 2012 e principal responsável pelo site e redes sociais desde 2014. Twitter: @fbiomartins1

Deixe uma resposta

Advertisements