Advertisements

Rescisão de Régis, quebra de tabu e liderança distante: A semana do São Paulo

(Foto: Divulgação)

Fala Nação Tricolor, tudo em cima?

Essa semana foi daquelas para ser esquecida. Além de cair para a quarta colocação e vermos o Palmeiras abrir quatro pontos, vimos o tabu de 16 anos sem vitória do rival dentro do Morumbi ser quebrado.

Fora de campo, a diretoria decidiu rescindir o contrato do lateral Régis por problemas de dependência química, de acordo com o jornalista Jorge Nicola. O Lateral já havia sido afastado antes da Copa para se tratar, mas teve uma recaída e chegou a faltar a um treino.

Dentro de campo, um desastre, talvez o pior jogo na temporada. Aguirre optou por começar com Everton e Arboleda no banco e acabou pagando o pato por isso. Indo a campo com Bruno Peres de ponta e Rodrigo Caio de lateral, o técnico surpreendeu a todos, mas acabou não dando certo. No primeiro tempo, o time não jogou nada, Nenê mal pegou na bola. Ainda viu o rival marcar dois gols em dois minutos. Primeiro Dudu bateu o escanteio, Anderson Martins falhou e Gustavo Gomez abriu o Placar. Em seguida no contra-ataque, Dudu chutou na trave, mas no rebote Mayke cruzou na cabeça de Deyverson, que contou com mais uma falha da defesa e também do Sidão, que ajoelhou no lance, para ampliar o marcador.

Na segunda etapa, Aguirre tirou Rodrigo Caio e Nenê, colocando Everton e Carneiro. As substituições até deram mais velocidade e raça ao time, porém, sem o seu camisa 10, o Tricolor sentiu e ficou perdido no meio campo. Novamente o time não criou praticamente nada e ainda quase viu o rival marcar o terceiro com William, onde Sidão fez boa defesa. A primeira boa chance do time só veio quando Trellez entrou no lugar de Diego Souza e no seu primeiro lance achou Rojas na marca do pênalti, porem o equatoriano pegou mal na bola e Weverton fez uma defesa tranquila.

Com esse resultado o time caiu para a quarta colocação, só não caindo para quinta porque o Grêmio empatou em 2×2 com o Bahia jogando em Porto Alegre. Se quiser continuar na briga pelo título o time terá que mudar a postura e Aguirre mostrar um pouco de repertório quando tiver desfalques. Agora o time vai à Porto Alegre enfrentar o vice-líder Internacional no domingo, tendo que ganhar para continuar sonhando com o Heptacampeonato.

UMA EXCELENTE SEMANA À TODOS!

Gustavo Dervelan

Advertisements

Deixe uma resposta

Advertisements