São Paulo enfrenta Paraná após dez anos buscando manter escrita ‘goleadora’

Diante do Paraná, Tricolor busca largar bem no Brasileirão de 2018. (Foto: Felipe Espindola/São Paulo)

O São Paulo inicia sua caminhada no Campeonato Brasileiro de 2018 diante do Paraná Clube, nesta segunda-feira (16), no Morumbi. Com alguns titulares poupados, o comandante Diego Aguirre prioriza a partida de volta da Copa do Brasil contra o Atlético-PR, na qual entra com a desvantagem de 2 a 1. Mesmo assim, é importante não desperdiçar a chance de pontuar logo de cara no Brasileirão, principalmente diante de sua torcida.

Ficha Técnica

Jogo: São Paulo x Paraná Clube

Local: Estádio Cícero Pompeu de Toledo, Morumbi, SP

Data: 16 de abril de 2018, segunda-feira

Horário: 20h00 (de Brasília)

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)

Assistentes: Kleber Lucio Gil e Henrique Neu Ribeiro (ambos de SC)

Transmissão: SporTV (menos SP) e Premiere FC

Retrospecto Geral

18 jogos no total

10 vitórias do São Paulo

6 empates

2 vitórias do Paraná

42 gols marcados pelo São Paulo

23 gols marcados pelo Paraná

No Morumbi

13 jogos no total

9 vitórias do São Paulo

3 empates

1 vitória do Paraná

25 gols marcados pelo São Paulo

13 gols marcados pelo Paraná

Último encontro

A última partida entre São Paulo e Paraná ocorreu no dia 1 de setembro de 2007. Jogando em casa, o Tricolor obteve a maior goleada da história do confronto, aplicando um sonoro 6 a 0 no adversário. Os gols foram marcados por Aloísio (2), Dagoberto (2), Souza e Leandro.

Confira o retrospecto do São Paulo em estreias de Campeonato Brasileiro

No mesmo ano de 2007, o Paraná Clube foi rebaixado para a segunda divisão nacional e por lá ficou nove anos. Uma década depois, a equipe conquistou o tão esperado retorno à elite, após atingir a quarta posição da série B ao final da competição. O Paraná era a equipe há mais tempo estacionada na divisão inferior, sem conquistar o acesso e também sem cair para a série C.

São Paulo venceu por 6 a 0 em 2007; O Tricolor sagraria-se campeão naquele ano e o Paraná amargaria o rebaixamento. (Foto: Gazeta Press)
Que jogo foi esse?

Em 9 de novembro de 1997, São Paulo e Paraná se enfrentaram pela 32ª rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro. A partida foi realizada no Morumbi e tinha tudo para ser vencida pelo time da casa. No entanto, o roteiro do jogo foi digno de cinema e até hoje o confronto é relembrado.

No intervalo da partida, os visitantes venciam por 3 a 0, com gols de Osmar, Reginaldo Vital e Sidney (contra). O resultado era surpreendente e o São Paulo não parecia ter forças para conseguir uma reação. Mas no segundo tempo, a história foi completamente diferente. Em apenas dez minutos, o Tricolor marcou três vezes, com Dodô, Adriano e Rogério Ceni de falta, igualando o marcador.

O Paraná acordou e fez mais um gol minutos após o empate. Quando a partida se encaminhava para uma vitória histórica dos visitantes, França marcou novamente, aos 43 do segundo tempo e deu números finais ao espetáculo. Fim de jogo 4 a 4.

Estatística curiosa

O Paraná é a equipe que mais sofre gols do São Paulo na história do Brasileirão. Os 42 gols marcados pelo Soberano ao longo dos 18 jogos resulta em uma média de 2,33, a maior entre quaisquer adversários confrontados pela equipe em pelo menos 15 oportunidades.

Além da goleada por 6 a 0 em 2007 e do empate movimentado em 1997, outro placar elástico a favor do São Paulo ocorreu em 2005, quando ainda de ‘ressaca’ do título da Libertadores, o Tricolor aplicou 4 a 0 no rival paranaense.

Invicto no confronto desde 2003, os comandados de Diego Aguirre apostam na história goleadora da equipe diante do Paraná para obter um bom resultado nesta segunda. Isso porque o setor ofensivo vem sendo um grande problema para o São Paulo em 2018.

Panorama das equipes

Pensando na decisão da próxima quinta-feira pela Copa do Brasil, diante do Atlético-PR, Diego Aguirre vai poupar quatro jogadores que vêm sendo titulares com ele no comando. São eles: Petros, Liziero, Tréllez e Arboleda.

Mesmo assim, a escalação do São Paulo conta com jogadores que já vem jogando com certa regularidade e por isso não se deve considerar uma equipe mista. Valdívia retorna à formação titular após se recuperar de lesão que sofreu ainda no Campeonato Paulista. Cueva também deve iniciar o jogo. No comando de ataque, Brenner substitui Tréllez.

Já o Paraná, não vem fazendo uma boa temporada. Eliminada na Copa do Brasil pelo Sampaio Corrêa na segunda fase e sem conseguir alcançar as finais do estadual, a equipe paranaense aposta todas suas fichas na permanência na Série A do Brasileirão. Tarefa difícil para os recém promovidos da segunda divisão.

Confira a análise detalhada do Paraná Clube, adversário do São Paulo nesta segunda

Prováveis escalações

Provável São Paulo: Sidão; Éder Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei, Hudson e Nenê; Valdívia, Cueva e Brenner.

Técnico: Diego Aguirre

Desfalques: Petros, Liziero, Tréllez e Arboleda (poupados), Reinaldo (estiramento), Diego Souza (amigdalite) e Gonzalo Carneiro (tratamento no púbis)

Provável Paraná: Richard; Alemão, Rayan, Cleber Reis (Jesiel) e Mansur; Wesley Dias, Leandro Vilela, Carlos Eduardo e Caio Henrique; Silvinho e Luan Viana (Thiago Santos)

Técnico: Rogério Micale

O São Paulo vai largar bem no Brasileirão deste ano? Deixe seu palpite para a partida!

Álvaro Logullo

Álvaro Logullo

21 anos, estudante de jornalismo e devoto do São Paulo FC. Filho, neto, irmão e sobrinho de são-paulinos. Apaixonado por estádios de futebol, pretendo ir a todos os jogos do Tricolor, no Morumbi, em 2018. Porque se a fase é ruim, o amor é eterno!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *